Incluir ou não incluir, eis a questão?

ponto de interrogação branco sob fundo amarelo

Incluir ou não incluir, eis a questão?

Será que esta ainda é uma questão? Alguns estão me dizendo que esta não é mais uma questão. Que isso é coisa do passado e que agora trata-se de uma realidade. Será?
Ok, não estou dizendo que não tivemos progresso algum. Lembro bem do tio de uma amiga que ficava escondido em casa. Ninguém falava no assunto e, quando íamos a casa dela, era quase um pique-esconde. Obviamente isto provocava curiosidade nas crianças. Mas também despertava um medo e até um terror.
Tememos aquilo que não conhecemos, aquilo que imaginamos ser monstruoso e que precisa ser escondido. Entendo que é uma tendência natural do ser humano esconder seus defeitos, suas deficiências. Ninguém gosta de expor aquilo que não acha bacana. E, assim, acho que surge a ideia de esconder.
E hoje? Talvez as pessoas com deficiência não estejam escondidas em sótãos. Apesar de que ainda encontramos alguns casos nos confins do nosso país. Mas, mesmo não estando nos sótãos, estão inseridas em todos os lugares? A discussão não eh apenas incluir ou não numa escola. Frequentam o clube, a igreja, a padaria, as festas?
Incluir ou não incluir, eis a questão? Esta pode não ser mais a questão hoje, mas ainda temos, com certeza, um longo caminho a trilhar.

Ciça Melo
cica.melo@paratodos.net.br