FACHA

FACHA

No mês passado, Paratodos esteve na Facha – Faculdade Hélio Alonso. Estivemos lá junto com a mãe de uma aluna que acaba de ingressar na faculdade – Maria Clara.
Maria Clara tem hemiplegia. Cursou educação infantil, fundamental e ensino médio em escola regular. Teve deveres e provas adaptadas. Mais tempo para realizar estas tarefas. Auxílio de seus colegas e professores em vários momentos. E, agora, começa nova etapa. Vai cursar Cinema.

Na reunião com a diretora da faculdade, surgiu obviamente a pergunta sobre o que a Maria Clara tem. Adriana explicou sobre a hemiplegia e eu emendei logo. “Não sou mãe da Maria Clara e, assim, posso falar sem ressalvas. Maria Clara tem é muita determinação. É simpática, extrovertida e quer fazer Cinema”. Ainda complementei dizendo que, tão logo a conhecesse, ela ia entender do que eu falava.
Na hora, me lembrei do dia em que a conheci. Estávamos na PUC assistindo à palestra do Daniel Gonçalves (jornalista que tem paralisia cerebral).  Era a I Semana de Acessibilidade da PUC-Rio. Eu cheguei com o Lucas – meu filho de onze anos, bastante tímido. Maria Clara logo o puxou pela mão e o apresentou à turma mais jovem. Assim é esta menina, agora já mulher.
E, quem sabe um dia, estaremos sentados num cinema. Ao final de um filme, quando os créditos subirem, veremos o nome da Maria Clara lá. Ou não. No meio do caminho, ela pode mudar de ideia. Como muitos de nós fizemos. Afinal, o caminho de cada um é de cada um.

Ciça Melo
cica.melo@paratodos.net.br